quarta-feira, 30 de maio de 2007

Meu Dragonballzinho


domingo, 20 de maio de 2007

Meus colegas formandos de maio do Officina


Ficamos muito lindos né?

Concluí o Iniciante do Officina Amantes do PSP

Uêbaaaaaaaaaaaaaaa!!!!!!

Olha só que bonitinho o presentinho que eu ganhei
por ter concluído meu Iniciante na Officina Amantes
do PSP !!!
Fiquei muito feliz, teve festa e tudo, ganhei muitos e muitos mimos das minhas colegas de grupo e a festa foi muito legal, apesar de eu não ter podido participar muito pois na quinta-feira eu chego muito tarde em casa.
Mas terminei a primeira etapa de aprendizado desse programa mágico que é o PSP, que nos permite fazer coisas lindas, presentear nossas amigas, estou adorando fazer o Curso.
Agora há pouco acabei de refazer a última aula do Intermediário já, estou só esperando a minha professora Kaula avaliá-la para concluir mais uma etapa.
E vamos que vamos!!!

sábado, 12 de maio de 2007

Minha tag para o Dia das Mães







sexta-feira, 11 de maio de 2007

Mãe de dieta

Ando me sentindo vitoriosa!
Entrando naquelas calças que não entravam mais.
Finalmente estou perdendo peso sem sacrifício.
Dra. Márcia, a senhora é demais!
Já se foram oito quilos, faltam muitos ainda, mas o importante são os que foram embora e nunca mais voltarão, se Deus quiser.
Que eu mantenha essa força de vontade pra ficar mais magrinha.
Meu pequeno já anda me chamando de gordinha...
Pois é...para os filhos a gente faz tudo!
Mas nesse frio que anda fazendo, não vai ser fácil fugir do chocolate.
Mas eu vou conseguir...vou sim!!!

terça-feira, 8 de maio de 2007

Mais sobre ser mãe

“ANTES DE SER MÃE......”

Antes de ser Mãe, eu fazia e comia os alimentos ainda quentes.

Eu não tinha roupas manchadas, eu tinha calmas conversas ao telefone.

Antes de ser Mãe, eu nunca me preocupava com a hora de ir para a cama.
Eu não me esquecia de arrumar os cabelos.

Antes de ser Mãe, eu limpava minha casa todos os dias.
Eu não tropeçava em brinquedos nem pensava em canções de ninar.

Antes de ser Mãe, eu não me preocupava se minhas plantas eram venenosas ou não.
Antes de ser Mãe, ninguém vomitou nem fez xixi em mim.

Nem me beliscou sem nenhum cuidado com dedinhos de unhas tão finas.

Antes de ser Mãe, eu tinha controle sobre minha mente, meus pensamentos, meu corpo, meu coração, meus sentimentos.
...eu dormia a noite toda...

Antes de ser Mãe, eu nunca tive de segurar uma criança chorando para que os médicos pudessem fazer testes ou aplicar injeções.
Eu nunca chorei olhando pequeninos olhos que choravam com alguma dor.

Eu nunca fiquei feliz com uma simples risadinha.
Eu nunca fiquei sentada horas e horas olhando um bebê dormindo, e querendo saber a todo instante se este bebê está bem, está respirando direitinho.

Antes de ser Mãe, eu nunca segurei uma criança só por não querer afastar o meu corpo do dela. Eu nunca senti meu coração se despedaçar quando não pude tirar com minhas mãos uma dor.

Eu nunca imaginei que uma coisinha tão pequenininha pudesse mudar tanto a minha Vida.

Eu nunca imaginei que pudesse amar alguém tanto assim, e saber realmente o grande significado do "amor incondicional".

Eu não sabia que eu adoraria ser Mãe.

Antes de ser Mãe, eu não conhecia a sensação de ter meu coração fora do meu próprio corpo.

Eu não conhecia a felicidade de alimentar um bebê faminto.

Eu não conhecia esse laço que existe entre a Mãe e sua criança.

Eu não imaginava que algo tão pequenino pudesse fazer-me sentir tão importante.

Antes de ser mãe eu não imaginava que poderia ser tão feliz!

domingo, 6 de maio de 2007

Festa das Mães no Colégio

Ontem teve festa das mães no Colégio e foi uma delícia.

Brincar junto com ele no meio dos coleguinhas e suas mães foi muito bom!

Viramos crianças...e eu sempre volto ao passado no Colégio onde estudei e onde meu Bruno estuda hoje.

E é muito bom ter essa chance de poder estar junto nesses momentos tão únicos, onde a gente chora, ri, se emociona, vibra.

Ver meu pequenino cantando : "Eu tenho uma mamãe tão linda...e especial....

Eu tenho uma mamãe tão linda...e ela é muito legal!"

Tudo isso faz parte dessa missão deliciosa.

Ai que bom que eu posso viver isso, que bom, que bom!

Quero muitas festas de Dia das Mães ainda...

Um beijo meu filhão querido!

sábado, 5 de maio de 2007

Amor de Mãe


Uma criança pronta para nascer perguntou a Deus:-


Dizem-me que estarei sendo enviado à terra amanhã... Como vou viver lá, sendo assim pequeno e indefeso?

E Deus disse:

- Entre muitos anjos, eu escolhi um especial para você. Estará lhe esperando e tomará conta de você.

Criança: - Mas diga-me: Aqui no Céu eu não faço nada a não ser cantar e sorrir, o que é suficiente para que eu seja feliz. Serei feliz lá?

Deus: - Seu anjo cantará e sorrirá para você... a cada dia, a cada instante, você sentirá o amor do seu anjo e será feliz.

Criança: - Como poderei entender quando falarem comigo, se eu não conheço a língua que as pessoas falam?

Deus: - Com muita paciência e carinho, seu anjo lhe ensinará a falar.

Criança: - E o que farei quando eu quiser Te falar?

Deus: - Seu anjo juntará suas mãos e lhe ensinará a rezar.

Criança: - Eu ouvi que na Terra há homens maus. Quem me protegerá?

Deus: - Seu anjo lhe defenderá mesmo que signifique arriscar sua própria vida.

Criança: - Mas eu serei sempre triste porque eu não Te verei mais.

Deus: - Seu anjo sempre lhe falará sobre Mim, lhe ensinará a maneira de vir a Mim, e eu estarei sempre dentro de você.

Nesse momento havia muita paz no céu, mas as vozes da terra já podiam ser ouvidas.

A criança apressada, pediu suavemente:

- Oh Deus se eu estiver a ponto de ir agora, diga-me por favor, o nome do meu anjo.

E Deus respondeu:



- Você chamará seu anjo... MÃE!


Autor desconhecido

quinta-feira, 3 de maio de 2007

Para Celina...estrela no céu brilhando....

Perfume de Deus
Tem gente que tem cheiro de passarinho quando canta, de sol quando acorda, de flor quando ri.

Ao lado delas, a gente se sente no balanço de uma rede que dança gostoso numa tarde grande, sem relógio e sem agenda.

Ao lado delas, a gente se sente comendo pipoca na praça. Lambuzando o queixo de sorvete.

Melando os dedos com algodão doce da cor mais doce que tem pra escolher.

O tempo é outro e a vida fica com a cara que ela tem de verdade, mas que a gente desaprende de ver.

Tem gente que tem cheiro de colo de Deus.

De banho de mar quando a água é quente e o céu é azul.

Ao lado delas, a gente sabe que os anjos existem e que alguns são invisíveis.
Ao lado delas, a gente se sente chegando em casa e trocando o salto pelo chinelo, sonhando a maior tolice do mundo com o gozo de quem não liga pra isso.
Ao lado delas, pode ser abril, mas parece manhã de Natal do tempo em que a gente acordava e encontrava o presente do Papai Noel.

Tem gente que tem cheiro das estrelas que Deus acendeu no céu e daquelas que conseguimos acender na Terra.

Ao lado delas, a gente não acha que o amor é possível, a gente tem certeza.
Ao lado delas, a gente se sente visitando um lugar feito de alegria.
Recebendo um buquê de carinhos. Abraçando um filhote de urso panda.
Tocando com os olhos os olhos da paz.

Ao lado delas, saboreamos a delícia do toque suave que sua presença sopra no nosso coração.

Tem gente que tem cheiro de cafuné sem pressa, do brinquedo que a gente não largava, do acalanto que o silêncio canta, de passeio no jardim.

Ao lado delas, a gente percebe que a sensualidade é um perfume que vem de dentro e que a atração que realmente nos move não passa só pelo corpo, corre em outras veias, pulsa em outro lugar.
Ao lado delas, a gente lembra que no instante em que rimos e que Deus está dançando conosco de rostinho colado.
E a gente ri grande que nem menino arteiro.

Costumo dizer que algumas almas são perfumadas, porque acredito que os sentimentos também têm cheiro e tocam todas as coisas com os seus dedos de energia, que perfuma muitas vidas com sua luz e suas cores.
E o perfume e tão gostoso, tão delicado, que muda de frasco, mas continua vivo no coração de tudo o que amou.

E tudo o que amar vai encontrar, de alguma forma, os vestígios desse perfume de Deus!