domingo, 24 de fevereiro de 2008

Será que eu imaginei que esse dia chegaria? É amanhã!!!!


Reinvenção do mundo
Não quero mais um dia.
Quero um novo dia,
Repleto de surpresa e fantasia.
Anseio por novidades e mudanças,
Novas cores,
Novas vidas,
Novas esperanças.
Algumas noites deveriam ser prateadas,
Porque hão-de ser sempre negras e cerradas?
E o mar? Sempre azul cintilante!
Porque não vermelho flamejante?
Os campos deveriam amanhecer azuis algumas vezes,
E todos os anos deveriam mudar o nome dos meses.
Como seria doce pela manhã despertar,
Olhar ao alto e exclamar:
"Hoje o céu está da cor da esperança,
E o tempo parou! O relógio não avança."
Mas os dias... são todos tão iguais,
Vinte e quatro horas pontuais.
Estou enfastiado desta monotonia grosseira,
Não poderiam ser vinte cinco à sexta-feira?
Contem-me mentiras novas, histórias surpreendentes.
Reinventem o mundo com imagens diferentes.
Só tenho vinte cinco anos e estou tão cansado...
Reinventem este mundo ou levem-me para outro lado!

Gonçalo Nuno Martins

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

Quem é esse?

DUQUE DE CAXIAS?

Nananinanão.....................................
Segundo o Bruno é:
DUQUE DE CAIXINHAS............KKKKKKKKKKK
Essa é a última do Bruninho!!!!

Vivendo e Aprendendo...Odontológicamente Falando

Receita de Dom Luis de Moura para os dentes
Tomarão duas canadas de vinho vermelho numa panela nova.
Deitar-lhe-ão ali uma pouca de murta verde e um pouco de alecrim
e uma mão-cheia de losna e umas poucas de rosas secas
e uma mão-cheia de cascas de pinhas machucadas
e umas poucas de cascas de romãs
e uma mão cheiazinha de sal
e uma colher de prata de pimenta machucada
e um púcaro de beber cheio de mel.
Isto tudo há de ferver, que mingüem três dedos da panela.
E então, quando se lançam na cama, à noite,
cubram-se muito bem a cabeça com uma toalha dobrada por cima da cabeça
e alguma mantelinha de pano, porque não saia nenhum bafo;
e então tomarão aquele bafo, assim, com a cabeça sobre a panela;
e estejam ali tanto, enquanto aquele lavatório lançar bafo,
e terão tirado um pouco deste lavatório para, à derradeira,
enxaguar a boca, morno, e tê-lo assim um pouco na boca.
E na boca da panela há-de estar uma toalha enrodilhada assim como rodilha,
para queaquele bafo não saia forte, espalhado,
porque escaldara o rosto, senão quanto diz a boca da panela;
e então cubram-se muito bem, que lhe não dê o ar.

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008

Oi Esqueleto!

Outra pérola do meu Bruninho:

Outro dia eu estava abraçada nele no sofá, dando beijinhos nele, agradando e ele dizia:
"- Pára mãe!"

E eu disse:
- Deixa eu te mimar porque quando você crescer não vai mais querer saber da sua mãe...

E a resposta veio:

- Não, mãe, todos os sábados eu vou no cemitério (!!!), com uma pá (!!!!!) , cavo um buraco e abraço bem forte o seu esqueleto!
ESSE É O MEU MENINOOOOOOOOOOO




domingo, 10 de fevereiro de 2008

Da série "Tiradas Sensacionais do Bruno"

Hoje, domingão, um sol lá fora e o Bruno não quer de jeito nenhum ir ao clube.
Não quer e pronto.
Bom, vamos ao mercado então...
Entre os programinhas e tarefinhas de domingo estão:
- ir ao mercado
- esvaziar os "tapaués" da geladeira e lavá-los
- fazer um belo molho de tomate, com tomate mesmo, e sem "mastumáti".
Bom, fomos ao mercado e no balcão de frios, Bruno começa a ler bem devagarinho o painel da balança FILIZOLA, que passa o slogan:

"FILIZOLA....HÁ MAIS DE 100 ANOS PESANDO A VIDA"


E diz, logo depois:

-NOSSA, MAMÃE, ELES ESTÃO HÁ MAIS DE 100 ANOS PENSANDO NA VIDA???

E o que a mamãe fala depois de uma dessa?????


quarta-feira, 6 de fevereiro de 2008

Etapas Vencidas no Officina - Sou Mestra!!!


Scrap das Crianças Lindas

Scrap Kit do Bruno



segunda-feira, 4 de fevereiro de 2008

ORAÇÃO A SÃO JORGE




Eu andarei vestido e armado com as armas de São Jorge
para que meus inimigos, tendo pés não me alcancem, tendo mãos não me peguem, tendo olhos não me vejam,
e nem em pensamentos eles possam me fazer mal.

Armas de fogo o meu corpo não alcançarão,
facas e lanças se quebrem sem o meu corpo tocar,
cordas e correntes se arrebentem sem o meu corpo amarrar.


Jesus Cristo, me proteja e me defenda com o poder de sua santa e divina graça, Virgem de Nazaré, me cubra com o seu manto sagrado e divino,
protegendo-me em todas as minhas dores e aflições,
e Deus, com sua divina misericórdia e grande poder,
seja meu defensor contra as maldades e perseguições dos meus inimigos.

Glorioso São Jorge,
em nome de Deus, estenda-me o seu escudo e as suas poderosas armas, defendendo-me com a sua força e com a sua grandeza,
e que debaixo das patas de seu fiel ginete
meus inimigos fiquem humildes e submissos a vós.

Assim seja com o poder de Deus, de Jesus
e da falange do Divino Espírito Santo.


São Jorge Rogai por Nós.